• Written By
    Felipe Bernardes
  • Last Updated
    20 de Abril de 2021

Cursos de Python: Os 10 melhores em 2021

This post contains affiliate links

Selecionamos os melhores cursos de Python para o seu aprendizado. Se você está a fim de iniciar nessa linguagem de programação, veio ao lugar certo!

Caso tenha dúvidas se esta é a linguagem ideal para você, responderemos nesta página todas as perguntas relevantes para ajudar na sua decisão.

Além da lista dos 10 melhores cursos de Python em 2021, você vai saber também:

Cursos de Python: conheça os 10 melhores para iniciantes

Se você quer dominar essa linguagem de programação, é importante se qualificar. No entanto, existem vários cursos online para aprender Python e começar a programar.

Por onde começar?

Para que você não fique em dúvida em meio a tantas opções disponíveis no mercado, fizemos uma seleção com os melhores cursos online de Python para ajudar na sua escolha. Confira:

Cursos de Python em Português

Veja abaixo a lista dos 5 melhores cursos de Python em língua portuguesa:

1. Curso de Python 3 do Básico Ao Avançado (com projetos reais)

Plataforma: Udemy
Instrutor: Luiz Otávio Miranda
Descrição: Este curso vai te dar uma base completa para sair do absoluto zero e se tornar um programador Python. Você será guiado desde o nível mais básico até conseguir criar seus próprios scripts, programas, sites e/ou automações em Python (na versão 3). São mais de 100 horas de aula divididas em 400 aulas. Voc"e vai aprender o essencial para conseguir uma vaga no mercado de trabalho.
Requisitos: Não existem pré-requisitos para esse curso.
Preço: R$249,90 R$27,90
Avaliação: 4,7 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 23 mil alunos matriculados
Ir para o curso >>>

2. Introdução à Ciência da Computação com Python Parte 1

Plataforma: Coursera
Instrutor: Fabio Kon
Instituição: USP
Descrição: Neste curso, você vai aprender os conceitos introdutórios de Ciência da Computação e também aprenderá a desenvolver programas na linguagem Python. Elaborado em conjunto com a Universidade de São Paulo (USP), o curso vai ajudar você a desenvolver o raciocínio aplicado à formulação e resolução de problemas computacionais. Ao final, estará capacitado a escrever pequenos programas em Python.
Requisitos: Matem[atica do ensino fundamental.
Preço: Grátis ($29 USD para obter o certificado)
Avaliação: 4,9 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 153 mil alunos matriculados
Ir para o curso >>>

3. Python para Finanças: Investimentos & Análise de Dados

Plataforma: Udemy
Instrutor: 365 Careers e Erich Ratzat
Descrição: Este curso foi montado para iniciantes sem qualquer conhecimento prévio em Python. A primeira parte do curso é focada em criar as fundações para o domínio da linguagem. Após aprender o básico, o aluno vai poder aplicar Python a cálculos financeiros e problemas de otimização de portfolio.
Requisitos: Não existem pré-requisitos para esse curso.
Preço: R$249,90 R$27,90
Avaliação: 4,6 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 9 mil alunos matriculados
Ir para o curso >>>

4. Python para Engenheiros e Cientistas/ Básico ao Avançado

Plataforma: Udemy
Instrutor: Rafael Pereira da Silva
Descrição: Este curso se destina a Engenheiros e Cientistas que queiram aprender a linguagem Python para aplicá-las em projetos reais. A idéia é que esses profissionais consigam substituir o Excel e o Matlab para automação de tarefas, plotagem de tabelas dinâmicas, visualizações gráficas, entre outras atividades.
Requisitos: Não existem pré-requisitos específicos para Python. Você deve apenas ter boas noçoes de ciências exatas.
Preço: R$204,90 R$27,90
Avaliação: 4,8 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 700 alunos matriculados
Ir para o curso >>>

5. Deep Learning com Python de A a Z - O Curso Completo

Plataforma: Udemy
Instrutor: IA Expert Academy e Jones Granatyr
Descrição: Este curso vai te ensinar a usar Python para construir Redes Neurais para a resolução de problemas do dia-a-dia, como previsão da evolução de preços e vendas de produtos. Você também vai aprender a montar um sistema de recomendação usando Boltzmann Machines.
Requisitos: O único pré-requisito para o curso é lógica de programação.
Preço: R$39,90 R$22,90
Avaliação: 4,6 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 10 mil alunos matriculados
Ir para o curso >>>

Quer explorar mais cursos? Faça uma busca no maior catálogo de cursos de Python do mundo

Melhores cursos de Python em inglês

Veja abaixo a lista dos 5 melhores cursos de Python em língua inglesa.

6. Programming for Everybody (Getting Started with Python)

Plataforma: Coursera
Instrutor: Charles Russell Severance
Instituição: University of Michigan
Descrição: Este curso tem como objetivo ensinar todos os conceitos básicos de programação de computadores usando Python. Você aprenderá a base de como construir um programa a partir de uma série de instruções simples em Python. Se você tem familiaridade com a língua inglesa, este curso é perfeito para sua iniciação! Depois que concluí-lo, você estará pronto para encarar cursos de programação mais avançados.
Requisitos: Não existem pré-requisitos para esse curso.
Preço: 7 dias Grátis ($49 USD por mês após o período de experiência)
Avaliação: 4,8 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 2 milhões de alunos matriculados
Recomendações: Este curso possui 3 menções positivas no Hacker News e 2 no Stack Overflow.
Ir para o curso >>>

7. Python Basics for Data Science

Plataforma: edX
Instrutor: Joseph Santarcangelo
Instituição: IBM
Descrição: Este curso vai levar você do zero a saber programar em Python em questão de horas. Você aprenderá os fundamentos de Python, incluindo estruturas de dados e análise de dados. Vai ter acesso a exercícios práticos completos ao longo dos módulos do curso e criará um projeto final para demonstrar suas novas habilidades.
Requisitos: Não existem pré-requisitos para esse curso.
Preço: Grátis (R$560 para obter o certificado)
Avaliação: 4,6 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 317 mil alunos matriculados
Ir para o curso >>>

8. Programming for Data Science with Python

Plataforma: Udacity
Descrição: Aprenda os fundamentos de programação necessários para uma carreira em ciência de dados. Ao final do programa, você será capaz de usar Python, SQL, Command Line e Git.
Requisitos: Não existem pré-requisitos para esse curso.
Preço: R$4.167 R$ 1.667
Avaliação: 4,8 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 97 mil de alunos matriculados
Ir para o curso >>>

9. Machine Learning with Python: A Practical Introduction

Plataforma: edX
Instrutor: Saeed Aghabozorgi
Instituição: IBM
Descrição: Neste curso, você vai aprender a diferença entre os dois métodos principais de machine learning: supervisionado e não supervisionado. As aulas de algoritmos de aprendizagem supervisionada, vão abordar classificação e regressão. Já a seção de algoritmos de aprendizagem não supervisionados, inclui Clustering e Redução de dimensionalidade. Você vai ter acesso a exemplos reais das diferentes maneiras que o machine learning afeta a sociedade.
Requisitos: Noções básicas de Python
Preço: Grátis (R$560 para obter o certificado)
Avaliação: 4,6 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 97 mil de alunos matriculados
Ir para o curso >>>

10. Learn Python 3

Plataforma: Codecademy
Descrição: Este curso é uma ótima introdução aos conceitos fundamentais de programação e à linguagem de programação Python. Python 3 é a versão mais atualizada da linguagem, com muitas melhorias feitas para aumentar a eficiência e a simplicidade do código que você escreve.
Requisitos: Não extistem pré-requisitos para este curso
Preço: Grátis (para obter certificado é preciso assinar o plano pro - $19.99 USD por mês)
Avaliação: 4,6 estrelas (de 5 possíveis) - Mais de 97 mil de alunos matriculados
Ir para o curso >>>

Quer explorar mais cursos? Faça uma busca no maior catálogo de cursos de Python do mundo

O que é Python e para que serve?

Python é uma linguagem de programação interpretada, de alto nível, de uso geral e tipada dinamicamente. Em outras palavras, é uma linguagem de programação que possui uma sintaxe legível semelhante ao inglês (simples e versátil) que pode ser usada para automatizar quase tudo.

Ela trabalha com diferentes paradigmas e oferece uma extensa biblioteca incluída com funções e classes, que ajudam a estruturar um bom código.

É uma excelente linguagem de programação para iniciantes, pois permite um ciclo mais rápido de edição, teste e depuração.

Para muitos desenvolvedores, é considerada a melhor linguagem de programação. Não por acaso é uma das mais usadas atualmente, tanto em pequenas e médias empresas, quanto em gigantes do mercado, como Google, Facebook, Spotify, Netflix e Globo.

Pode ser usada em diversas soluções, desde a programação web até computação científica, machine learning e blockchain.

A linguagem carrega uma filosofia de programação que engloba princípios como a simplicidade, a lógica, a legibilidade, a clareza e a praticidade.

O Python tem uma curva de aprendizado muito menor que outras linguagens de programação, o que a torna uma excelente opção para quem quer começar a programar.

Qual é a origem do Python?

Apesar do hype recente, engana-se quem pensa que Python é uma linguagem nova. Era 1989 quando o matemático e programador holandês Guido van Rossum concebeu a linguagem.

Nessa época, Guido buscava desenvolver um sucessor para a linguagem ABC usada na instituição em que trabalhava, o Centrum Wiskunde & Informatica (CWI), na Holanda. Ele chamou esse sistema de Python, pois queria fazer uma linguagem divertida de se usar. O nome foi inspirado no humor do grupo de comediantes britânico Monty Python.

Seu objetivo era criar uma linguagem fácil, intuitiva, de código aberto, próxima do inglês, para que qualquer pessoa pudesse desenvolver suas aplicações com ela.

Em 1991, o Python foi oficialmente lançado e logo se tornou uma linguagem de programação popular. As principais atualizações da linguagem, Python 2 e 3, foram lançadas em 2000 e 2008, respectivamente.

Desde lá, Guido já recebeu premiações, trabalhou no Google, na Dropbox e continuou liderando a comunidade de Python no mundo inteiro até 2018, quando abandonou o posto de "Benevolent Dictator For Life" (o tomador de decisões principal do projeto Python).

O que pode ser feito em Python?

Python é uma linguagem de programação super versátil e pode ser usada em diversas aplicações, das básicas às avançadas, de pequenos a grandes projetos.

O Python é muito usado na programação web, possibilitando a construção de sites, aplicativos mobile, games, gráficos 3D, entre outras possibilidades.

A linguagem também é bastante usada na ciência de dados (Data Science). Pois permite processar rapidamente um grande volume de informação. O fato de ser fácil de usar, atrai os profissionais dessa área que não querem se preocupar com requisitos complicados de programação. Sua infinidade de bibliotecas e padrões voltados a cálculos numéricos e análises estatísticas também são pontos positivos.

Esse poder de tratamento e processamento de dados faz com que o Python também se destaque na área de inteligência artificial (AI) e suas subáreas, como machine learning e deep learning.

É possível também identificar padrões, cruzar dados, automatizar ações e fazer modelos preditivos de análise técnica para o mercado financeiro ou até melhorar estratégias de SEO.

Além da biblioteca padrão, existem opções adicionais que permitem desenvolver todo tipo de aplicação. Essas bibliotecas ampliam muito o poder da linguagem. Algumas delas são Django (para desenvolvimento web ágil), ZODB (para gerenciamento de banco de dados) e Pygame (para desenvolvimento de games).

Por que aprender Python?

Você já entendeu que Python é uma das linguagens de programação mais simples e fáceis de aprender, não é?

Esses princípios estavam na origem da linguagem e se mantiveram ao longo dos anos, e isso contribuiu muito para que se criasse uma grande comunidade de desenvolvedores em torno dela.

Por isso, aprender como usar essa linguagem pode ser uma grande porta de entrada para o universo do desenvolvimento. Mesmo que você nunca tenha programado antes, é possível aprender rapidamente e contar com a ampla documentação produzida pela comunidade.

Mas não é só a facilidade que explica a importância de aprender Python. Como você pode desenvolver uma infinidade de aplicações, essa linguagem também facilita a entrada no mercado de trabalho, que oferece diversas vagas para desenvolvedores Python.

Além disso, essa é uma linguagem com grande potencial para o futuro. Usando Python, é possível processar grandes quantidades de dados e, por isso, essa linguagem é usada em soluções de inteligência articial, machine learning, deep learning e redes neurais. Aprendendo a programar em Python, você vai se preparar para o mercado atual e, também para oportunidades futuras.

Quanto tempo leva para aprender Python?

Levando em consideração diferentes métodos de aprendizagem, experiência anterior em programação, esforço e motivação, deve-se levar cerca de 3 meses para alcançar proficiência básica a intermediária em Python.

O que devo saber para aprender Python?

Python é uma linguagem simples, o que não quer dizer que não exija algum esforço para aprendê-la. Você pode começar do zero, sem qualquer conhecimento em programação, mas pode aproveitar melhor o aprendizado se já tiver algum conhecimento em:

  • Lógica de programação;
  • Sintaxe da linguagem;
  • Frameworks de desenvolvimento;
  • Estruturas de dados;
  • Algoritmos.

Como o Python se assemelha ao inglês, ter conhecimento nessa língua também pode facilitar a sua vida.

É importante também saber as principais características da linguagem de Python e se inteirar sobre termos comuns no universo da programação. O Python é uma linguagem:

  • Interpretada (o interpretador traduz cada trecho do código-fonte para a máquina executar tarefas);
  • De alto nível (o interpretador se vira com detalhes técnicos do computador, enquanto na de baixo nível é o programador quem faz isso);
  • De propósito geral (a linguagem pode ser usada para desenvolver diversas aplicações);
  • De tipos dinâmicos (o interpretador descobre qual é o tipo de cada variável).

São essas características que tornam o Python tão simples e amigável aos programadores.

Quais são os pré-requisitos para aprender Python?

Além do que já foi citado acima, dedicação, disciplina e interesse em programação são ingredientes importantes para aprender uma linguagem de programação como Python. Compreensão básica do paradigma de orientação a objeto e álgebra booleana também vão te ajudar a ter uma experiência de aprendizado mais tranquila se você for um iniciante.

Vantagens e desvantagens do Python

Python é uma das linguagens mais usadas e mais promissoras. Mas, apesar do seu sucesso, alguns fatores podem pesar contra ela. Vamos especificar agora as principais vantagens e desvantagens do Python para que você possa decidir se vale a pena aprender essa linguagem de programação. Confira:

Quais as vantagens de utilizar Python?

Python tem muitas vantagens, especialmente para quem é iniciante em programação. Veja agora quais são as principais:

  • Linguagem robusta e de alto nível, que permite fazer mais com menos;
  • Versátil (pode ser usada em diversas aplicações web, desktop, mobile e games);
  • Multiplataforma, roda em qualquer sistema (Windows, Linux, Mac);
  • Sintaxe simples (permite escrever o mesmo requisito em menos linhas de código);
  • Interoperabilidade com outras linguagens de programação;
  • Variedade de bibliotecas, módulos e frameworks;
  • Curva de aprendizado menor que outras linguagens;
  • Código aberto (acessível a qualquer pessoa);
  • Comunidade global (em constante evolução);
  • Abundância de documentação (tira dúvidas a qualquer hora na internet);
  • Empregabilidade (boas perspectivas de mercado).

Quais as desvantagens de utilizar Python?

Uma linguagem tão simples, mas ao mesmo tempo tão poderosa, pode ter alguma desvantagem? Em alguns casos, sim.

Em algumas aplicações, o Python pode ser lento. Essa é uma linguagem interpretada, isso significa que é necessário um interpretador para rodar seus programas e, por isso, geralmente é mais lenta que as linguagens compiladas.

Além disso, alguns desenvolvedores criticam Python no desenvolvimento de aplicações mobile, em que não apresenta a mesma eficiência que outras linguagens como Swift e Kotlin, por exemplo. Nesse caso, é necessário combiná-la com outras linguagens para que se consiga suprir algumas deficiências.

A extrema facilidade de aprendizado do Python também pode ser entendida como uma baixa barreira de entrada para novos programadores. Alguns profissionais podem começar a programar sem ter uma bagagem mais sólida, o que torna os projetos mais frágeis e passíveis de falhas.

Devido à facilidade de aplicação, os aprendizes de Python podem pular etapas no aprendizado da linguagem e ficar com algumas lacunas na sua formação, o que pode se tornar um problema quando tiverem que lidar com projetos mais complexos.

O que faz um desenvolvedor Python?

O desenvolvedor Python conhece bem a linguagem de programação e desenvolve as mais diversas aplicações, sendo que pode se especializar em alguma área, como programação web ou inteligência artificial.

Mas o que esse profissional faz no dia a dia? Vamos ver agora como o desenvolvedor Python trabalha para que você conheça melhor essa profissão.

Estas são algumas atividades que ele pode desenvolver:

  • Computação Científica;
  • Ciência de Dados (Data Science) / AI (Inteligência artificial);
  • API e Desenvolvimento Web;
  • Scripts em geral;
  • Construção, depuração e testes de sistemas.

Além dessas atividades técnicas, o desenvolvedor Python também pode se envolver em tarefas de gestão e supervisão. Especialmente em cargos mais altos, esse profissional também:

  • Aplica metodologias ágeis de desenvolvimento de software (como Scrum e Kanban);
  • Gerencia projetos de desenvolvimento;
  • Lidera equipes de desenvolvimento.

Vagas de desenvolvedor Python: como é o mercado de trabalho na área?

Se você está querendo aprender Python, saiba que você vai entrar em um mercado promissor e valorizado.

Python é uma das linguagens de programação mais usadas pelas empresas dos mais diversos portes e segmentos, além de ser uma das preferidas dos desenvolvedores. Nos últimos anos, a demanda por profissionais da área teve crescimento expressivo e continua em ascensão.

Aliás, a adoção em massa do trabalho remoto a partir de 2020, facilitou a contratação de desenvolvedores que não moram próximos às sedes das empresas. Ou seja, na prática, ficou mais fácil para as companhias recrutarem desenvolvedores e isso aqueceu ainda mais o mercado.

Ok, mas quem contrata desenvolvedores?

Essas oportunidades geralmente estão dentro de empresas que têm uma área forte de tecnologia e que lidam com um volume grande de dados. Startups são um prato cheio para o programador Python.

Abaixo seguem diferentes tipos de vagas que podem demandar profissionais de Python:

  • Desenvolvimento de games;
  • Desenvolvimento web e frameworks;
  • Big Data;
  • Web testing;
  • AI e machine learning;
  • Ciência de dados;
  • Internet das Coisas (IoT).

O aspecto financeiro de ser um programador Python também é interessante. O site Glassdoor informa que o salário médio nacional do desenvolvedor Python é de R$ 5.528,00 por mês. Podendo esse valor chegar a montantes bem mais altos em posições seniores.

Muitas vezes as empresas sentem falta de qualificação nos profissionais da área, já que muitas pessoas entram na onda de popularidade do Python sem uma formação adequada para a sua atuação. Então, se você deseja se destacar no mercado de trabalho precisa buscar conhecimento via cursos ou livros, criar projetos, construir seu portfólio e se qualificar constantemente.

A linguagem de programação Python no Brasil

As empresas brasileiras também estão de olho no Python. Muitas delas utilizam essa linguagem de programação em suas aplicações e contratam profissionais dessa área para a sua equipe. Algumas empresas (e até órgãos públicos) que utilizam Python no Brasil são:

  • Globo.com;
  • Méliuz;
  • Hotel Urbano;
  • Loggi;
  • ZAP Imóveis;
  • Olist;
  • Serpro;
  • JusBrasil.

O site Python Brasil fez ainda um levantamento das cidades mais “pythônicas” do Brasil, ou seja, as que mais têm empresas que utilizam essa linguagem de programação. Veja se a sua cidade está entre elas:

No site Python Brasil, você pode conferir tudo o que a comunidade brasileira de Python está produzindo e traduzindo. Se quiser fazer parte, pode também entrar para a Associação Python Brasil e saber sobre a organização de eventos, manutenção da base de conhecimento e fomento do uso da linguagem no Brasil.

Python vs. outras linguagens

Se você chegou até aqui, é porque está com vontade de começar logo o aprendizado.

Para que não queime a largada, aqui vão alguns pontos importantes que você precisa saber para iniciar.

Quando você programa em Python, usa poucas linhas de código para criar inúmeras funcionalidades. O Python utiliza de 3 a 5 vezes menos código que Java e 5 a 10 vezes menos que C++.

Para entender melhor como o Python é mais simples e começar a se familiarizar com os códigos, veja os exemplos abaixo de como o “Hello, world!” é escrito em diferentes linguagens.

Em Python:

Em Java:

Em C:

Versões do Python: o que é Python 1, Python 2 e Python 3?

Essa é uma dúvida muito comum: qual versão do Python é melhor?

Para responder a essa pergunta, vamos explicar quais as diferenças entre elas. Estas são as principais versões do Python até o momento:

  • Versão 1.0 (publicada em janeiro de 1991);
  • Versão 2.0 (publicada em outubro de 2000);
  • Versão 3.0 (publicada em dezembro de 2008).

A versão mais recente é o Python 3.8.5. Entre cada grande atualização, há uma série de melhorias, com novas funcionalidades, novas bibliotecas e correções de erros. Então, é importante acompanhar as atualizações.

A versão mais atualizada certamente é a mais avançada. Ela veio para aprimorar e corrigir problemas da versão anterior. Portanto, em projetos novos e para desenvolvedores iniciantes, o recomendado é priorizar o Python 3.

Ainda assim, grande parte das aplicações foi desenvolvida em Python 2, que não tem compatibilidade com a última versão. Então, o que você programa no 2.0 pode não rodar no 3.0.

Em geral, recomenda-se fazer a migração para a última versão. Porém, essa migração pode trazer problemas técnicos e ser inviável em alguns casos. Então, talvez o programador precise trabalhar na segunda versão mesmo. Por isso, é importante também conhecer as versões anteriores, caso você precise lidar com projetos desenvolvidos há mais tempo.

O que é IDE?

IDE é um ambiente integrado de desenvolvimento de programas em Python. IDE vem do inglês Integrated Development Environment.

Você poderia usar um editor de texto qualquer para programar em Python e salvar o arquivo na extensão .py. Porém, os editores de texto comuns não oferecem muitos recursos para o desenvolvimento de programas em Python. Por isso existem as IDEs, que oferecem mais recursos para essa linguagem de programação e facilitam a vida do programador.

Melhores IDEs para Python

Não existe uma IDE melhor que a outra. Tudo vai depender do que o programador prefere ou o ambiente em que se sente mais à vontade. Então, uma IDE que é boa para você pode não ser boa para outro profissional.

A comunidade de Python no Brasil reuniu uma lista de IDEs pagas e gratuitas para ajudar na escolha. A seguir, selecionamos algumas:

  • IDLE: Esse ambiente vem com a instalação do Python para Windows, tem uma interface simples e é fácil de ser usado. Indicada para iniciantes.
  • VSCode: É um dos ambientes de desenvolvimento mais usados do mundo, não apenas para Python. Foi desenvolvido pela Microsoft, é altamente customizável e oferece suporte para Python por meio da extensão Microsoft Python.
  • Jupyter: É uma das IDEs mais indicadas para trabalhar com grandes conjuntos de dados. As integrações do Jupyter permitem ainda criar apresentações atraentes de visualização de dados.
  • Pycharm: É uma IDE dedicada exclusivamente ao Python. Desenvolvida pela JetBrains, permite fazer análise de códigos, debugging, autocomplete, entre outros recursos.
  • Atom: É um editor de código aberto, bastante leve e com interface amigável. Tem uma infinidade de extensões e plugins para executar análises e programar em Python.

Livros de Python: quais os melhores para aprender a linguagem?

Além dos cursos, a leitura de um livro sobre Python pode ajudar você a entender melhor a lógica dessa linguagem de programação e aprender melhor os principais conceitos. Veja agora algumas indicações de livros (todos eles são em português):

Conclusão

Programadores adoram desenvolver programas em Python pela sua versatilidade. Milhares de empresas no mundo inteiro utilizam essa linguagem de programação. O mercado de trabalho está aberto a profissionais que programem nessa linguagem. E, melhor ainda: ela é uma linguagem simples e fácil de aprender.

Portanto, agora que você já sabe o que é Python e como funciona essa linguagem de programação, é hora de ir mais a fundo e aprender a desenvolver seus próprios códigos. Aproveite as dicas de cursos online e livros para se qualificar e comece logo a programar!

Perguntas frequentes

O que é Python?

Python é uma linguagem de programação interpretada, de alto nível, de uso geral e tipada dinamicamente. Em outras palavras, é uma linguagem de programação que possui uma sintaxe legível semelhante ao inglês que pode ser usada para automatizar quase tudo, sem etapas de compilação e imposição de declaração de tipo para estruturas de dados. Com uma extensa biblioteca incluída, é uma excelente linguagem de programação para iniciantes, pois permite um ciclo mais rápido de edição, teste e depuração.

Para que Python é usado?

Python é usado para Computação Científica, Data Science, Inteligência Artificial, Desenvolvimento web e Scripts em geral.

Quanto tempo leva para aprender Python?

Levando em consideração diferentes métodos de aprendizagem, experiência anterior em programação, esforço e motivação, deve-se levar cerca de 3 meses para alcançar proficiência básica a intermediária em Python.

Quais são os pré-requisitos para aprender Python??

Dedicação, disciplina, interesse em programação e conhecimento básico em inglês são tudo que você precisa para aprender uma linguagem de programação como Python. Acesso à internet também ajuda. Compreensão básica do paradigma de orientação a objeto e álgebra booleana vão te ajudar a ter uma experiência de aprendizado mais tranquila se você for um iniciante.

Onde posso encontrar cursos de Python?

Uma das melhores formas de aprender programação é fazer cursos de curta duração. Você pode buscar as melhores opções na Classpert, onde vai encontrar plataformas como Udacity, Udemy e muito mais.

Felipe Bernardes

I am an economist responsible for Marketing and SEO strategies at Classpert. I usually write about entrepreneurship, e-learning platforms, marketing, SEO, stock trading, and related subjects.